Triskle

 

Celtic Reiki (Reiki Celta)


Celtic Reiki foi criado a partir do Reiki Tradicional. É uma terapia complementar que trabalha com a energia da vibração da Terra, árvores, arbustos e letras Celtas (alfabeto Ogham). Ogham é por vezes denominado "alfabeto celta das árvores". A palavra pronuncia-se [ˈoɣam] (ógam) em irlandês antigo e [oːm] (óm) em irlandês moderno.



Estas frequências em conjunto trabalham a energia telúrica canalizada pelo chakra básico.


Este sistema é ensinado em 3 níveis. Nível 1, Nível 2 e Nível 3 (Mestrado).



História do Celtic Reiki (Reiki Celta)


abeto


O Celtic Reiki foi descoberto por Martyn Pentecost, um Mestre de Reiki de Croydon, no Reino Unido. Desde então tem passado por um processo contínuo, com a maioria das frequências do Celtic Reiki , e esse processo começou entre 1998 e 2000. Relato da história de Martyn, por palavras dele:


"Tendo estudado várias formas de Reiki por muitos anos, fui guiado a trabalhar com a natureza. Quando canalizava o Reiki para ajudar animais, plantas, árvores, rios, lagos, oceanos e a própria Terra, achei que tudo tinha uma vibração distinta – cada variedade de rocha, cada riacho, cada tipo de flor tinha sua própria e única frequência de energia. Algumas vezes perdia-me profundamente nessas vibrações, às vezes tão profundamente que mal podia trabalhar com a energia Reiki no auto tratamento.


À noite, em um dia de inverno, senti uma vontade súbita de visitar a minha casa ancestral de Wales, e descobri uma enorme árvore, abeto dourada, tinha sido partida em duas por um raio que caíra recentemente. Uma metade ainda estava firmemente enraizada e produzindo um fluxo de energia para se curar. A outra metade estava caida no chão, a morrer. Conforme seguia em direcção à árvore sentia de forma intensa o excesso de energia na parte de cima e a urgência de receber energia da parte que estava caída, as quais estavam separadas por um vão.


Comecei a canalizar e enviar Reiki para o vão das árvores, sentia uma resistência, então pedi ajuda aos meus guias. Eles disseram que deveria aplicar Reiki na parte caída da árvore, senti uma transferência de energia. Conforme o Reiki fluía através das minhas mãos, eu sentia uma vibração entrando no meu corpo – era totalmente diferente do que havia sentido antes – a essência da árvore – seu conhecimento, sua energia, sua sabedoria e seu amor. Fui guiado a enviar esta energia à parte da árvore que estava boa. Foi uma experiência maravilhosa, envolvido pela gratidão e o amor desta parte curativa dessa enorme árvore.


Assim que o fluxo da energia cessou, eu estava apto para retornar ao Reiki Usui normal e trabalhar na cura dos troncos das árvores quebradas. Os meus guias disseram-me que as árvores estavam muito gratas pela minha assistência e gostariam de permitir-me usar a sua vibração para ajudar os outros. Fui instruído que poderia ajudar as pessoas a “verem” com esse tipo particular de vibração de energia.


Quando estava a sair do local, toquei a parte caída da árvore e senti-a muito pequena, como se a consciência da árvore tivesse ido embora, deixando somente a madeira.


Com o propósito de lembrar a energia da árvore atribui-lhe um símbolo, como é normalmente feito com muitas outras formas de Reiki e trabalhos com energia. O símbolo é uma forma de “ligar” esta energia e fluir para os outros e para mim mesmo, uma maneira simples de transmitir a energia para os outros. Enquanto decidia qual símbolo usar, voltei-me para a sabedoria do povo Celta, meus ancestrais, e descobri que a letra usada no Ogham ancestral para essa árvore (abeto dourada) era o equivalente a letra A no alfabeto moderno.


Isto levou-me a uma enorme jornada pela descoberta das crenças dos celtas, a árvore abeto dourada, representa a habilidade de se ver por longas distâncias – olhar ao horizonte – para “ver”. Eu comecei a entender o significado da árvore em Wales e a sabedoria do povo Celta.


Eu acredito que Os Celtas conheciam a essência de cada árvore e planta – de tão completa que era sua relação com a Mãe Terra eles eram sensitivos às ressonâncias e energias ao seu redor, aproveitando e usando essas energias para ajudar as suas vidas."


(...)


Triskele


Requisitos


Destina-se a quem já foi iniciado pelo menos no nível 2 de Reiki, para ser iniciado/sintonizado nos níveis I e II. Para ser sintonizado no mestrado é necessário ter mestrado em Reiki.


Inez Costa

Apaixonada pela natureza e pelas árvores, "abracei" esta forma de trabalhar a energia (Celtic Reiki) com muito carinho.